Cadeia de Suprimentos

Saiba o que é a análise de dados e como ela é aplicada nas empresas!

Voltar | Por Efcaz 19/11/2018

Você certamente trabalha em algum nível com análise de dados. Ao avaliar seus fornecedores, o desempenho do departamento de compras, o tempo ocioso de produção acarretado por falhas preditivas e outros indicadores, você está trabalhando com dados.

No entanto, existe muito mais com o que se beneficiar ao considerar a dimensão que a análise de dados assumiu na atualidade. Os dados disponíveis são abrangentes e mais facilmente acessíveis do que foram no passado. Por isso possibilitam uma tomada de decisão muito mais segura e efetiva.

Além disso, são capazes de fornecer insights e um foco mais preciso nos seus objetivos prioritários. Então, confira como obter ganhos significativos para o seu departamento com o uso dessa ferramenta.

O que é análise de dados?

O nome já indica sobre o que abordaremos: a ação de analisar dados. Contudo, é fácil confundir o termo com os conceitos de análise de dados, ciência de dados, inteligência de negócios, Big Data e outros semelhantes. Eles não têm o mesmo significado, servem a objetivos diferentes, embora sejam complementares e igualmente importantes.

A análise de dados pode ser considerada uma área da Inteligência de negócios. Geralmente, ela envolve a identificação de insights sobre padrões e tendências que serão usados para atingir o objetivo de certas áreas de cada negócio. Um exemplo nos ajudará a entender.

Imagine um atleta. O resultado de sua atuação é reflexo do seu desempenho em critérios específicos como velocidade, força, ritmo, explosão muscular e visão de jogo — se atuar em um esporte coletivo.

Pois bem, o levantamento periódico desses dados permite avaliar especificamente o que pode causar mais impacto no resultado. Esteja certo de que os profissionais da área fazem isso com o uso da análise de dados.

O conceito e o uso

A aplicação de um método de uso de dados para melhorar o embasamento de decisões, para aprimorar processos e atingir objetivos estratégicos é o que chamamos de análise de dados. O termo é usado mais cotidianamente para análises da área comercial ou de marketing, mas não está limitado a esses setores.

No departamento de compras, existem dados diversos disponíveis que podem ser mais bem aproveitados do que são por grande parte das empresas. Eles não estão limitados a desempenhos de produtividade como a maioria dos critérios que citamos no exemplo. Isso porque, tudo o que fazemos no ambiente digital deixa um rastro.

Dados de GPS e de celulares podem indicar localização de uma entrega, sistemas de RFID podem monitorar o estoque com precisão de localização e, ainda que essas tecnologias possam não estar plenamente disponíveis para muitas empresas, elas logo serão mais comuns do que se imagina.

Além disso, existe uma necessidade emergencial pela melhora das práticas preditivas. Antecipar ao máximo a previsão de compras e melhorar sua precisão é algo que depende do suporte da TI e da colaboração dos profissionais envolvidos com planejamento de vendas.

Também é função da análise de dados contribuir com informação, para que o seu compartilhamento e a integração entre essas áreas funcionem melhor.

Quais as vantagens da análise de dados?

Antes de abordar diretamente as vantagens de se utilizar a análise de dados é importante mencionar que, cada vez mais, ela deixa de ser uma opção para se tornar um requisito. A necessidade das empresas de aprimorar seus processos é contínua e crescente e é impossível atingir esse objetivo sem informação.

O modelo antigo, no qual as empresas trabalhavam com os setores isolados, com alto nível de centralização de decisões e pouco alinhamento com fornecedores, não tem mais lugar nos dias de hoje. As empresas modernas trabalham com integração e sinergia entre departamentos, terceirizados e parceiros — como os fornecedores.

Por isso, cada setor precisa garantir que possui as informações de que necessita e a capacidade de compartilhá-las com todos os envolvidos nos processos — direta ou indiretamente. Feita essa observação, vamos aos benefícios.

Melhora da previsibilidade de compras

A função de previsão é uma das atribuições mais importantes da análise de dados. Ela usa o histórico para medir eventos ocorridos do passado, que ocorrem no presente, para prever como se darão no futuro.

Além dos métodos convencionais usados na previsão, os rastros deixados pelo consumidor no ambiente digital ajudam a identificar comportamentos que eram intocáveis no passado. A análise de dados usa de modelos estatísticos, de tratamento e estruturação desses dados para melhorar a previsão.

Melhora da qualificação e análise de fornecedores

Seus fornecedores também deixam rastros quando navegam na internet ou fazem transações com outros clientes e seus próprios parceiros. Além de analisar os dados de desempenho deles para qualificá-los, é perfeitamente possível buscar informações mais detalhadas para uma análise mais segura — até mesmo no processo de homologação.

Importante dizer que, tanto no caso da previsão quanto no de análise de fornecedores, muitas das tarefas relativas à coleta de dados podem ser automatizadas com o uso de um bom sistema.

Melhor acompanhamento dos processos de compras

No setor de compras talvez a área na qual a análise de dados pode ser aplicada com mais naturalidade seja justamente a relativa aos processos. Como envolve a eficiência operacional e a qualidade, muitas empresas já desenvolveram uma prática mais atuante nessa função da análise de dados.

Por isso, a questão aqui é identificar se esse uso está sendo explorado em todas as suas possibilidades. Para isso, você pode se fazer algumas perguntas, como por exemplo:

  • Existe de fato um bom aproveitamento dos indicadores que você acompanha?
  • Eles são gerados com precisão e inspiram sua confiança?
  • Você tem todas as informações de que precisa?
  • A análise de dados permite a melhora contínua dos seus resultados?
  • Quais os problemas que você enfrenta?

Melhor alinhamento com o processo produtivo

Do mesmo modo que falamos sobre o alinhamento com o setor de planejamento de vendas para melhorar a previsibilidade de compras, a empresa precisa de uma análise de dados que permita identificar como os seus processos contribuem para a área de produção.

Esses dados são uma referência determinante para a gestão da área e para o relacionamento com fornecedores, que também precisam estar alinhados de modo a contribuir para melhora da qualidade e da eficiência. Portanto, eles devem ser informados sobre os pontos que devem aprimorar e em que medida — com base em metas definidas a partir da análise de dados.

Como pôde perceber, a análise de dados é extremamente benéfica para a área de compras. Contudo, não parece simples colocá-la em prática — e realmente não é. Porém, existem ferramentas tecnológicas que ajudam a simplificar a tarefa. Profissionais especializados e tecnologia formam a chave para uma boa utilização dessa ferramenta.

Agora, acesse nossas páginas nas redes sociais, confira outros temas que abordamos e nos siga na sua preferida. Estamos no Facebook e no LinkedIn, em uma página da empresa e outra Showcase.

Compartilhe:

A solução ideal para otimizar sua Gestão de Fornecedores e Contratos.

Comece sua inovação agora mesmo

Confira nossas redes sociais:


English EN Portuguese PT Spanish ES