Cadeia de Suprimentos

Como otimizar a produtividade na gestão de cadeia de suprimentos?

Voltar | Por Efcaz 3/10/2018

A importância da gestão de cadeia de suprimentos reside, essencialmente, na melhora da produtividade, da qualidade, da lucratividade e da competitividade. Ou seja, engloba os principais objetivos de qualquer organização.

Desse modo, com uma administração eficiente e ética da cadeia de suprimentos, o empreendimento diminui riscos e o valor imobilizado em estoque. Portanto, a tarefa de se dedicar à otimização da produtividade no setor é um requisito de sobrevivência, muito mais do que propriamente uma alternativa de escolha entre fazer e protelar.

Dito isso, surge o questionamento: como alcançar o objetivo proposto no tema desta postagem? Basta continuar a leitura e conferir as dicas!

Mapeie os processos

Quando entendida como a busca pelo controle e engajamento de fornecedores, prestadores de serviço e consumidores, a gestão incorpora uma série de processos que envolvem a logística e a armazenagem. Dentre eles estão:

  • o transporte de entrada e de saída;
  • gestão de estoque;
  • coleta e restituição de resíduos;
  • compras e aquisições;
  • planejamento de compras;
  • previsão de demanda.

Ou seja, a cadeia de suprimentos é formada por um fluxo complexo que envolve vários participantes, inúmeros procedimentos e, naturalmente, alguns pontos de discrepância entre as políticas e metodologias adotadas pelos vários envolvidos. Por isso, os processos são fundamentais para aprimorar a gestão da cadeia.

ganho de produtividade é evidente e natural quando os processos estão definidos podendo, assim, ser aprendidos, comunicados e aprimorados. Essa é uma atividade básica da gestão de suprimentos.

Selecione e homologue seus fornecedores

seleção e a homologação de fornecedores deve ser uma atividade contínua, porque a prática aprimora as habilidades adotadas. Além de identificar os melhores, o hábito de troca de feedback proporciona uma melhora recorrente e um aprendizado experimentado sobre o relacionamento com eles.

Quanto melhores forem as atividades de seleção e homologação, maior a quantidade de fornecedores qualificados. Desse modo, você aumenta o seu poder de barganha com eles e consegue engajá-los mais no aprimoramento dos processos e práticas, com vistas a aumentar a produtividade.

Estabeleça uma comunicação

Não há bom relacionamento sem uma boa comunicação. É por meio dela que descobrimos e informamos expectativas e necessidades pontuais de correção. Como estamos falando de gestão de uma cadeia, que envolve vários participantes em diferentes organizações, a comunicação assume um papel muito mais relevante do que já é em qualquer outra atividade.

Não há como pensar na melhora da produtividade se, por exemplo, um fornecedor não souber dos principais gargalos nos seus processos que sofrem influência das políticas que ele adota. Os atrasos de entrega, faltas de itens e problemas do tipo devem ser registrados, armazenados e disponibilizados para qualquer um que tenha alguma responsabilidade sobre esses eventos.

Do mesmo modo que você armazena e envia produtos, precisa operar com a guarda e comunicação das informações sobre os detalhes operacionais e estratégicos da sua atividade.

Diminua o imobilizado em estoque

Uma boa gestão da cadeia de suprimentos implica no menor estoque possível. Quando a dinâmica de solicitações e recebimentos é favorecida por prazos cada vez mais curtos e quanto mais ela é confiável, menor será o seu estoque e os recursos que você precisa alocar para mantê-lo.

Como isso contribui para a produtividade? É simples! A agilidade é maior em um sistema com essa dinâmica. Além disso, prazos mais curtos e menos recursos facilitam a escalabilidade da sua operação, ou seja, sua capacidade de aumentar a produção sem que isso implique em aumento de custos.

Confira os resultados

Em vários trechos deste texto, mencionamos que a gestão da cadeia de suprimentos envolve melhora contínua. Contudo, ela é impossível de realizar se você não conhecer em detalhes os pontos que precisa melhorar. Com base em indicadores confiáveis e detalhados, você consegue ter um panorama sobre o setor e pode definir suas prioridades com facilidade.

Mas não basta levantar os dados. É preciso que eles possam ser apresentados de forma a facilitar o entendimento e permitir análises e combinações realmente úteis. Para isso, é fundamental poder contar com um software especializado.

Afinal, é até contraditório buscar aumentar a produtividade e gastar tempo demais para levantar informações sobre ela. Você precisa de um sistema que garanta as informações sobre resultados em tempo real e de modo automatizado.

Analise os riscos da gestão de cadeia de suprimentos

O risco é inerente ao empreendedorismo e, no caso da cadeia de suprimentos, eles envolvem problemas difíceis de prever, uma vez que podem ser resultado de influências externas, como extravios, atrasos e erros de processamento de pedidos de compra.

Por esse motivo que a gestão de riscos é de extrema importância no setor de suprimentos. Ela implica em monitorar as ocorrências dos efeitos resultantes dos perigos envolvidos, para adotar medidas preventivas em relação a eles.

É importante notar que os riscos são um fator de grande influência na diminuição da produtividade. Se, por exemplo, uma determinada indústria programa uma sequência de produção e os itens necessários não estão disponíveis, o processo sofre atraso e a empresa é obrigada a refazer seu planejamento de produção para evitar equipamentos e colaboradores parados. Ou seja, gera retrabalho.

Automatize processos e procedimentos

As vantagens da automação estão diretamente ligadas ao aumento de produtividade. É difícil imaginar outra ação que traga tantos ganhos nesse campo. Conforme você implementa recursos tecnológicos capazes de automatizar processos manuais e padronizados, sua equipe diminui cada vez mais o foco operacional e assume uma postura mais estratégica.

Desse ponto de vista, a automação proporciona ganhos de produtividade em duas frentes: no aumento do rendimento da execução de tarefas e nas que decorrem da melhoria de eficiência, promovida por ações estrategicamente bem posicionadas.

Em teoria, toda atividade repetitiva e padronizada pode ser automatizada. Quando isso não ocorre, o prejuízo é certo. Além de aumentar o custo de produção ou de execução de serviços, essa deficiência dificulta o crescimento da empresa, pois aumenta a necessidade de investimentos de baixo retorno na capacidade produtiva para atender o aumento da demanda.

Na Efcaz, gerir a cadeia de suprimentos é uma atividade que recebe o máximo de nossa atenção e empenho. Nossa experiência no desenvolvimento de tecnologia para ajudar nessa tarefa, além da vivência de sua implantação em várias empresas, nos demonstrou o quanto um bom sistema é importante para a excelência.

Esse conhecimento, experimentado de boas práticas que realmente funcionam, está incorporado pelo sistema. Desse modo, ao implantá-lo, nossos clientes revelam que eles são agregados ao negócio e, em pouco tempo, pela cultura da organização.

Entre em contato e conheça, em detalhes, como otimizar a produtividade na gestão de cadeia de suprimentos com rapidez e eficiência!

Compartilhe:

A solução ideal para otimizar sua Gestão de Fornecedores e Contratos.

Comece sua inovação agora mesmo

Confira nossas redes sociais:


English EN Portuguese PT Spanish ES