Avaliação de Fornecedores

6 dicas essenciais para a avaliação de fornecedores do seu negócio

Voltar | Por Efcaz 26/9/2018

A avaliação de fornecedores é uma etapa contínua e posterior à seleção de parceiros, que têm por objetivo ranqueá-los de acordo com o desempenho que apresentam. Desse modo, a empresa consegue definir aqueles mais alinhados com as estratégias da organização e potencializar seus resultados e sua competitividade.

Contudo não basta seguir a intuição e valorizar os parceiros com os quais temos um bom relacionamento. Isso é importante, mas é só com uma avaliação criteriosa e com o método certo que conseguimos, não apenas identificar os melhores parceiros, mas levantar os pontos positivos e negativos de cada fornecedor.

Essa política garante um relacionamento mais transparente e fornece as informações necessárias para corrigir problemas e melhorar os resultados continuamente. Vamos entender melhor como proceder? Continue a leitura!

Quais as vantagens da avaliação de fornecedores?

Produtividade

O alinhamento dos fornecedores é fundamental para garantir o cumprimento dos prazos e o bom andamento do fluxo de processos de produção. Com uma boa avaliação, você consegue identificar em quais aspectos cada fornecedor contribui para o bom andamento da sua produção e trabalhar naqueles que deixam a desejar.

Diferencial competitivo

Esse alinhamento com o processo produtivo também contribui para a competitividade do seu negócio. Afinal, os seus clientes também esperam o seu bom desempenho como fornecedor. É muito mais difícil entregar um bom serviço sem contar com parceiros alinhados e comprometidos.

Diminuição de custos

Uma boa política de gestão de fornecedores garante um maior poder de barganha e evita prejuízos na cadeia de produção, sejam em decorrência da dificuldade de cumprir prazos, sejam por problemas com especificações de produtos e detalhes de envio de pedidos.

Melhora da qualidade

De um modo geral, o que a avaliação de fornecedores faz é avaliar a qualidade do serviço e dos produtos adquiridos. Porém existe uma relação direta entre a qualidade do que você recebe e a que você entrega para os seus clientes. Por isso, com uma boa avaliação, você consegue levantar os parceiros que mais contribuem com sua política de qualidade.

O que considerar na avaliação de fornecedores?

1. Elabore um questionário de avaliação de fornecedores

O seu primeiro passo é definir os critérios que são importantes para você e elaborar um questionário de avaliação de fornecedores de forma a permitir a atribuição de uma nota de classificação para cada um deles. Você pode utilizar perguntas como:

  • quais as certificações do fornecedor?
  • qual a capacidade de entrega?
  • qual o percentual de falhas na entrega?
  • qual o percentual de devoluções?
  • os produtos atendem o seu padrão de qualidade?

Com base nessas e outras perguntas, você deve criar classificações para cada faixa de pontuação. Desse modo, você consegue separar os seus fornecedores em níveis de excelência diferentes, como: excelente, bom e regular.

2. Defina os seus indicadores de desempenho

A avaliação geral sugerida acima também deve considerar critérios mais específicos do desempenho de cada fornecedor. Para isso, você deve se utilizar de indicadores de desempenho. Eles são nada mais do que a mensuração do resultado apresentado por cada parceiro em relação a pontos específicos.

Dentre os pontos principais, considere definir indicadores que permitam monitorar, principalmente, o nível de qualidade, a pontualidade, o atendimento, o preço e os prazos (de pagamento e entrega).

3. Considere a estabilidade financeira

Um fornecedor com problemas de saúde financeira pode causar a você surpresas desagradáveis de uma hora para a outra. Qualquer empresa com dificuldades de financiar sua operação convive com problemas diários que tendem ao agravamento: em determinado momento, ela pode ficar impossibilitada de fazer entregas e, mesmo quando não é o caso, tende a aumentar a incidência de atrasos.

Principalmente, quando você faz consultas e identifica problemas financeiros e eles ocorrem ao mesmo tempo em que aumentam os problemas de prazos, você tem um mau sinal e um alerta.

4. Considere a rastreabilidade

A capacidade e o interesse do fornecedor em acompanhar e entregar informações sobre os seus pedidos e entregas é um ponto positivo na relação com seus parceiros. Essa política facilita o alinhamento operacional, permite o monitoramento e a antecipação e correção proativa de problemas.

5. Use os 10 C’s da avaliação de fornecedores

Um modelo bastante utilizado na avaliação de fornecedores é o dos 10 C’s, ou “10 Cs of Supplier Evaluation”. Concebido pelo diretor da consultoria DPSS, Ray Carter, ele foi publicado em 1995 na “Purchasing and Supply Management”. Inicialmente com 7 C’s, aos quais foram acrescentados mais 3 posteriormente. São eles:

  • competency (competência): como avaliamos as competências de cada fornecedor, que podem envolver qualificação técnica, por exemplo;
  • capacity (capacidade): implica na capacidade do fornecedor de entregar o valor que você precisa;
  • commitment (compromisso): indica o comprometimento do fornecedor em desenvolver suas capacidades, competências, qualidade e assim por diante;
  • control (controle): o nível de controle do fornecedor sobre os seus processos e políticas;
  • cash (dinheiro): envolve a solidez financeira, que já comentamos em outro tópico;
  • cost (custo): levanta o custo dos produtos e serviços oferecidos;
  • consistency (consistência): a regularidade é muito importante em um fornecedor. Não adianta ele entregar um desempenho fantástico em um único mês e passar o resto do ano com um baixo resultado;
  • culture (cultura): a afinidade entre as organizações ajuda no alinhamento dos processos e políticas;
  • clean (limpeza): esse aspecto envolve a adequação e preocupação do fornecedor com questões ambientais e sociais;
  • communication (comunicação): envolve a qualidade e fluidez da comunicação.

6. Monitore e aprimore

A avaliação de fornecedores não serve apenas para identificar aqueles dos quais vale a pena comprar mais e com maior frequência. A atividade também serve para trocar informações e transmitir feedback com o objetivo de melhorar o desempenho de um número cada vez maior de fornecedores.

Quanto maior a quantidade dos que classifica como excelentes, menor a sua dependência de cada um deles. Isso aumenta a sua segurança e o seu poder de negociação com eles.

Além de centralizar todas as informações sobre os seus fornecedores, o software Efcaz apresenta um módulo inteiramente dedicado à avaliação de fornecedores. Seu uso permite fazer esse levantamento com base em critérios que comprovadamente funcionam e com uma tecnologia que agiliza todos os processos envolvidos.

Desse modo, você gasta menos tempo com os detalhes operacionais desses procedimentos e pode se dedicar com mais foco na comunicação, no relacionamento e no fortalecimento de suas parcerias.

Por isso, convidamos você a conhecer os detalhes práticos do uso do Efcaz. Entre em contato e conte com o atendimento especializado de nossa equipe.

Compartilhe:

A solução ideal para otimizar sua Gestão de Fornecedores e Contratos.

Comece sua inovação agora mesmo

Confira nossas redes sociais:


English EN Portuguese PT Spanish ES