Por

12 de abril de 2021

4 min de leitura


A gestão de fornecimento é algo de suma importância na vida de um negócio e ela pode ser uma aliada na hora de se tornar uma empresa confiável.

Existem inúmeros fatores que compõem a imagem de uma empresa verdadeiramente confiável. Entre a satisfação dos clientes e a dinâmica com empresas parceiras, a gestão de fornecedores é o contexto que estrutura uma operação confiável. Confira.

Aqui na EFCAZ trabalhamos com a ideia de que as empresas são elementos dinâmicos, múltiplos e sempre em movimento. Cenários e mercados que em décadas anteriores mudavam lentamente, hoje são capazes de transformar-se da noite para o dia.

Para muitas empresas, sejam elas do varejo ou mesmo fornecedoras de produtos manufaturados, aliar a produção aos ventos e demandas do mercado pode ser um desafio. Afinal, existem diversos fatores coadunados que geram uma operação coesa.

Consideramos que a gestão de fornecedores é mais do que uma função de coordenação prática das entradas e saídas das empresas, mas como uma verdadeira arte, coordenada em fluxos de entrada e saída, posturas a serem tomadas na hora certa, boa comunicação e redes fortes entre parceiras.

Uma empresa é mais confiável quando sua logística e política de relacionamento com parceiros é adequada. Vamos aprofundar um pouco abaixo em como essa área tão interna da administração empresarial torna-se visível nas reações do público.

A relação entre a confiança e a gestão de fornecedores

De início, podemos dizer que o envolvimento em padrões de qualidade e certificações em cada uma das empresas parceiras acaba desenvolvendo uma atmosfera de confiança mútua. Com o tempo, a entrega contínua de qualidade pode fortalecer ainda mais a confiança entre parceiros que é estabelecida por contrato.

Entender o tipo de relacionamento com os fornecedores também poderá definir resultados impactantes. Parcerias de longo prazo, por exemplo, podem se beneficiar muito com incentivos que minam o surgimento de comportamentos oportunistas, que encorajam a criação de confiança entre as empresas. Esses incentivos podem acontecer no estabelecimento de alianças e parcerias que superam uma entrega previamente especificada e resultam em oportunidades comerciais mais amplas. Outra tática é garantir a entrega de qualidade através de um movimento constante de exigir o foco dos fornecedores em melhoria de performance e redução de custos.

De todo modo, é importante destacar que a confiança entre fornecedores e parceiros comerciais não acontece simplesmente através da fundamentação contratual (ainda que ela seja imprescindível) mas também através de estratégias pontuais concentradas em garantir que os laços não se desgastam e que a relação continue saudável.

Podemos definir a confiança como a crença que você pode ter de que seus fornecedores vão agir pelos melhores interesses das duas empresas, mesmo que você não tenha que monitorar e controlar as suas ações. Essa confiança não é apenas um elemento técnico para que o fornecimento preparado em contrato seja cumprido. Ela é uma motivação e uma garantia de comunicação e da possibilidade de que em situações desafiadoras ou na hora de aceitar correr riscos, a colaboração seja garantida.

Essa relação comercial saudável, mantida no background da empresa, ecoa e chega até o final da cadeia, no consumidor que poderá contar com produtos que atendem às suas necessidades.

Inovação e parcerias comerciais

Uma empresa inovadora em nossa época é aquela que avança em consonância com as mudanças das demandas do público e, além disso, é capaz de prever como as flutuações do mercado e do comportamento coletivo farão surgir cenários específicos.

No entanto, inovação significa muitas vezes que parcerias serão necessárias. Um bom exemplo é a chamada Transformação Digital que está em voga no mundo corporativo em alta velocidade. Empresas que aceitam os passos necessários para renovar a cultura da empresa muitas vezes contratam consultorias, fornecedores de software, apoio institucional para licitações, fornecedores de hardware, etc. Coordenar a governança de um processo delicado e complexo desse tipo exige muito cuidado na escolha e homologação de fornecedores.

A meta ideal nesse processo colaborativo é a chamada sinergia entre as empresas, que permite alcançar índices de ganhos totais cada vez mais coerentes com os investimentos iniciais.

Exemplo: você cria um produto inovador com um bom planejamento e ótimas expectativas para que ele faça um impacto impressionante no mercado. No entanto, durante seu desenvolvimento problemas técnicos aparecem e podem comprometer o seu projeto. Uma empresa parceira, focada em suporte e soluções técnicas, prontamente identifica e desenvolve uma solução personalizada para seu problema. Esse é um caso em que a confiança é fortalecida e uma relação mais forte pode ser fundamentada.

É claro que estabelecer liberdades e compromissos, bem como a coordenação da divisão de lucros de um projeto, fará com que essa confiança mútua também seja fortalecida para que um final comum de sucesso seja alcançado para as duas empresas.

Como uma empresa confiável é reconhecida pelo público?

Em certo sentido é simples: uma empresa confiável é aquela que cumpre o que promete e que é transparente em suas definições. A importância da gestão de fornecedores para que essa reputação seja garantida é pontual, já que elas são muitas vezes indispensáveis para que a entrega ocorra.

A questão da reputação é central. Com o mundo da internet, ficou muito mais fácil para as pessoas compartilharem suas frustrações com um público cada vez maior. Entregas atrasadas, produtos de qualidade enganosa ou efeitos indesejados podem transformar a imagem de uma empresa para sempre e até levá-la à falência.

No entanto, empresas que trabalham com redes de fornecedores fortalecidas e boas estratégias comerciais acabam desenvolvendo uma visão dinâmica e potente das demandas e flutuações do mercado. Assim, a observação criteriosa e atenta do público não é um perigo mas um termómetro de qualidade, com indicativos sobre como e onde melhorar a operação.

Para isso, é preciso garantir que a confiança mútua e que a colaboração sejam valores compartilhados em toda a rede de fornecedores e até mesmo no desenvolvimento de boas capilaridades de escoamento de estoque para revendedores e distribuidores comerciais.

A tecnologia também pode ser uma grande parceira no processo de gerenciar, homologar e acompanhar de perto os fornecedores. A EFCAZ trabalha com uma solução dedicada à gestão de fornecedores que oferta um banco de dados previamente analisado de empresas parceiras e com atualizações fiscais automáticas em relação aos órgãos governamentais.

Conheça nosso produto ou fale com nossos representantes.

Powered by Rock Convert

Torne seu negócio mais ágil e otimize seus resultados.

Solicite uma demonstração
English EN Portuguese PT Spanish ES